quarta-feira, 12 de agosto de 2009

E me perguntei se algum dia saberia viver longe do mar, em cidade que não terminasse assim num acidente, mas agonizando para todos os lados.

Chico Buarque, Budapeste, p. 41.

Um comentário:

alex disse...

As vezes tb me pergunto isso. e eu nem gsto do chico buarqye