quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Vergolha Alheia: Eu tive de novo!

Tem coisas, que, como diria a musiquinha da TV Globo local, só se vê na Bahia. Ok, esse tipo de entrevista tem se tornado uma constante, mas é obvio que a minha terra querida não se furtaria a contribuir para este momento glamuroso de vergonha alheia.

A entrevista abaixo aconteceu no Festival de Inverno de Vitória da Conquista, no ano de 2006, se não me falha a memória. E apesar de decorridos 3 anos desde então, eu continuo a me divertir quando assisto ela.

Pra quem quiser se divertir também, eis abaixo a transcrição. E mais abaixo ainda, temos o próprio vídeo que, literalmente, fala por si só.


Reporter: Vocês são sempre lembrados por Anna Júlia, né?

Rodrigo: Nem sempre.

Reporter: E incomoda vocês serem sempre lembrados por Anna Júlia?

Rodrigo: Não, porque nem sempre.

Reporter: Por que sempre quando tem Anna Júlia tem a referência "Los Hermanos", "Anna Júlia".

Rodrigo: [fingindo que não entendeu] Hã?

Reporter: Sempre tem essa relação "Anna Júlia", "Los Hermanos".

Rodrigo: [ironizando e explicando] É uma música nossa, né? Por isso tem a relação.

Pausa

Rodrigo: [tentando ajudar..] Você queria saber o quê mesmo?

Reporter: Essa coisa.. Se incomoda vocês, vocês serem sempre lembrados por Anna Júlia.

Rodrigo: [tentando ser mais elucidativo] Não, por que não é sempre que a gente é lembrado por Anna Júlia. Você vai ver hoje. A gente não vai tocar Anna Júlia e você vai ver.

Reporter: Mas sempre a galera pede!

Rodrigo: Não..

Reporter: [incrédulo] Não pede?

Rodrigo: [já rindo satisfeito com o caminho que a entrevista pode lhe levar...] Não..

Rodrigo: [invertendo os papéis] Você já foi a algum show do Los Hermanos?

Reporter: Não...

Rodrigo: Ah... E esse "sempre" vem de onde?

Reporter: [gagejando] Não... Pelo que eu li...

Rodrigo: [compreendendo...] Aaaah...

Reporter: [insistindo de novo!] Mas pelo jeito incomoda...

Rodrigo: [desabafando..] Não... O que incomoda é o jornalismo... - como é que eu vou dizer.. - preguiçoso, de não saber o que perguntar e perguntar qualquer coisa. É aquele jornalismo baseado na polêmica, sabe? É muito comum hoje em dia a polêmica ser a tônica do jornalismo, como se o papel do jornalista fosse descobrir um ponto fraco, uma coisa assim.. Eu, particularmente, acho que o trabalho do jornalismo é um trabalho muito importante.. É assim como o trabalho de uma pessoa pública do governo, do Estado.. Tem uma responsabilidade, um papel importante, ne? As pessoas leem ou ouvem o que vocês fazem e tomam como verdade, como uma coisa que é feita com critério. E isso influencia a opinião das pessoas por ai. Assim.. E esse tipo de pergunta leviana, sem a profundidade, acaba levando as pessoas a terem a impressão errada, que é essa, de que incomoda a gente "Anna Júlia". Pelo contrário, a gente adora a música, tem tocado em muitos festivais e nunca tivemos problemas com isso. Só que é comum no Brasil as pessoas acharem que fazer sucesso é uma coisa ruim, negativa. Por que "ah, faz sucesso, então não deve ser bom". E isso é uma ingenuidade, tanto da imprensa quanto das pessoas de achar que se tornar público ou ser muito conhecido é uma coisa ruim. Acho que é ruim pra quem é fraco e tem medo de perder isso. E a gente nunca teve isso. A gente faz música com o coração, da forma como a gente sabe fazer. Então, "Anna Júlia" foi feita da mesma forma. A gente adora a música. As pessoas se incomodam é com a gente ter feito sucesso. Isso sim.

Reporter: [tentando se desculpar] Agora.. A minha pergunta assim.. Não é nada contra... E eu nem nunca assisti ao show.. Mas é pelo fato de eu já ter lido sobre isso...

Rodrigo: [satisfeitíssimo!] Eu acho que você leu.... pouco... Desculpa a sinceridade¹..







____
¹ Ruivo, você é ídolo por isso! =) Quando eu crescer, eu quero ser igualzinha a ele! rs

3 comentários:

Alex disse...

Ta desencavando cada coisa esses dias, hein?? baixou o espirito groupie d novo, foi??? kkkkkk

Herbert Haeckel disse...

Dra. Mendes: interessantes tuas postagens. Gostaria, inclusive, de acompanhar teu «blog»; todavia, não consegui visualizar o «gadget» «seguidores» (ou equivalente). Se aceitares minha sugestão, coloca-o. Um grande abraço!

Carlos Howes disse...

hahaahahaahah. Essa entrevista é clássica. È um mito. È maravilhosa. Eu também adoro quando vejo. Ele falou tudo que eu sempre quis dizer para vários jornalistas...hehehe.

Mudando de assunto um pouco..já viu o primeiro capítulo da quarta temporada do Dexter que vazou?? Eu tô assim ó - =o