segunda-feira, 26 de outubro de 2009

"Toda dor pesa a fé de que um dia o tempo feche essa cicatrização¹."

Poucas coisas nesta vida são tão difíceis quanto um pé na bunda. Se você, caro leitor, acha que isso é um exagero, é só por que, na verdade, você ainda não tomou o seu. O mundo volta a ser facilmente aquele lugar escuro, frio e o cruel que o Garfield tanto menciona, às vezes.

Quando alguém leva um pé na bunda, nada melhor do que tempo pra que as coisas se restabeleçam. Existem outras coisas também que, associadas, podem ser de grande valia. Há quem saia por ai pegando geral. Há quem se torne celibatário. Haverá ainda os que choram, os que bebem, os que fingem que não foi algo importante. E tem aqueles que fazem terapia.

Eu não. Eu ouço Maglore.


______
¹ "Enquanto sós", Maglore.

5 comentários:

Carole disse...

Eu tomo fluoxetina!
É coisa de Deus, acredite!

Michael disse...

Essa banda é boa, hein?? Escutei no MySpace

Fred Pimenta disse...

Eu ligo pra minha amiga na Bahia e peço uma consulta com uma Ialorixá que tem por aí...

Gabriela disse...

Se vc realmente tivesse seguindo os passos da Meredith, pode começar a tricotar, baby. Quem sabe não lhe aparece um super McVet. Oh, Lord!

Gabriela disse...

Assinto embaixo do comentário da Carole. Tb tomo Fluoxetina. :D